Modelos de ensino híbrido

Nas instituições de ensino superior a abordagem do ensino híbrido (ou aprendizagem combinada) parece estar tendo um impacto bastante positivo nos resultados de instrução dos alunos, além de trazer uma série de benefícios para o processo educacional como um todo. Para os professores, fica o desafio de projetar ambientes virtuais que ajudem na organização do ciclo de aprendizagem e também de suplementar este processo pessoalmente.


Há várias maneiras e propostas de como as atividades podem ser combinadas - e as instituições de ensino podem selecioná-las com base em suas demandas e objetivos - mas, em essência, o ensino híbrido consiste em focar o processo de conhecimento no aluno e não na transmissão vertical de informação tradicional.


Neste texto trazemos um olhar global do assunto tomando como base os modelos expostos pela Dr. Alekya Chalumuri no texto Ferramentas e tecnologias de aprendizagem combinada.


Vejamos em síntese cada um deles:


O modelo rotacional


O modelo rotacional é apenas uma modificação do estilo das estações de aprendizagem usadas pelos professores há muitos anos. Neste modelo, existe um tempo determinado para que os alunos tenham um tempo presencial com seus professores e depois possam passar para o modo on-line.


Neste modelo os alunos são avaliados de acordo com os níveis de habilidade em determinada matéria e recebem mais assistência individual presencial naquela matéria na qual apresentam maiores dificuldades.


O modelo Flex


Este modelo é baseado na entrega de instrução online, com os professores atuando como facilitadores em vez de distribuidores de instrução primária.


Os estudantes têm uma lista de temas e estudos a percorrer e seguem seus próprios ritmos; o professor fica disponível para eventuais dúvidas e necessidades. É um modelo que propõe uma organização de escola ainda incomum no Brasil; aparentemente é mais bem-sucedido em ambientes escolares alternativos e pressupõe um estudante maduro e autorregulado.


Leia mais:


O papel ativo do aluno na construção do aprendizado


O modelo escola-laboratório online


Este modelo envolve alunos que frequentam a escola, mas que também recebem todo o curso de forma online. Há tutores qualificados para atender os estudantes, sendo uma boa opção nas seguintes circunstâncias: para alunos do ensino médio que precisam de flexibilidade de agendamento devido a outras responsabilidades, como trabalho, e alunos do ensino médio que escolhem esta opção para progredir em um ritmo mais rápido do que conseguiriam em um ambiente escolar tradicional.


O modelo de abordagem pessoal hibrida de aprendizagem


Sistema que permite que os alunos participem de aulas padrão, e, além delas, também participem de cursos para complementar seu estudo diário. Este modelo funciona bem para alunos que desejem complementar – em EAD – qualquer curso que estejam fazendo; normalmente alunos motivados e independentes.


O modelo online


Este modelo é o oposto de um sistema de instrução presencial convencional. Os estudantes recebem todas as instruções online, via plataformas específicas. Normalmente, existem oportunidades de "check-in" com um instrutor no curso e de participação em mensagens online se uma explicação for necessária. O número de alunos que optam pelo sistema online de ensino tem aumentado anualmente e funciona bem para alunos cujos trabalhos ou outras obrigações impedem frequência regular na escola ou mesmo alunos com doenças/deficiências crônicas que têm dificuldade em frequentar a escola. Isto sem mencionar a possibilidade de frequência em cursos em localidades diferentes da residência do estudante.


O modelo de sala de aula invertida


A sala de aula invertida é uma técnica de ensino e uma forma de aprendizagem combinada que se concentra na aprendizagem ativa do aluno. Os alunos assistem a palestras online, participam de debates online e/ou realizam pesquisas em casa. Posteriormente, o tempo em sala de aula é usado para discutir assuntos em mais detalhes e são estabelecidas experiências de aprendizagem substantivas.


Os conceitos são compreendidos antes da aula, portanto. Depois, em sala de aula, com os demais estudantes e com a ajuda do professor, o que foi apreendido é discutido e mais bem assimilado.


Gamificação


A gamificação aplica a mecânica do jogo a ambientes virtuais comuns para aumentar a participação de seus eventuais usuários, como, por exemplo, em um site, em uma comunidade online, em um sistema de gestão de aprendizagem ou intranet empresarial.


O objetivo da gamificação é trazer inspiração, colaboração, compartilhamento e interação com os alunos. Ela funciona fornecendo diretrizes e feedback por meio da mecânica e da dinâmica do jogo, adicionado a plataformas online que levam à conquista de objetivos e metas de negócios.


A inserção da gamificação no ensino híbrido – em qualquer modelo que seja - deve ser realizada com finalidades pedagógicas pertinentes para cada área de conhecimento e com o objetivo do aprendizado tanto com relação às questões conceituais quanto em suas aplicações.


Planejando os cursos de aprendizagem combinada ou híbrida


Vistos alguns modelos de ensino híbrido nos moldes do texto mencionado, é importante frisar que, ao planejar cursos semipresenciais, deve-se levar em consideração, inicialmente, a dimensão institucional do projeto. É preciso adequar a área administrativa e técnica da instituição, tendo todo o LMS (Sistema de Gestão de Aprendizagem pronto para trabalhar e treinar tanto o corpo docente como o discente.


Uma enorme gama de ferramentas e tecnologias também poderão ser usadas na construção de uma aprendizagem eficaz nos ambientes do ensino híbrido/aprendizagem combinada.


Um ambiente virtual de aprendizagem (AVA), que auxilia na montagem de cursos acessíveis, livres ou acadêmicos, pela internet, também é necessário.


Os principais componentes do pacote AVA incluem o mapeamento do currículo do aluno, o suporte online para professores e alunos, a comunicação eletrônica e links da internet para recursos fora do currículo. Eles podem ser alcançados dentro e fora do campus, sem restrição de horário, ajudando as instituições a atingir não apenas alunos convencionais, mas também aqueles que não podem visitar o campus frequentemente devido a restrições geográficas ou de tempo.


Leia mais:


Ferramentas e tecnologias para o ensino híbrido


Vantagens da aprendizagem híbrida


Não se discute que uma estratégia de aprendizagem combinada oferece flexibilidade máxima na transmissão das matérias. Não só por razões práticas, de tempo e lugar, mas também em relação ao conteúdo em si.


Assuntos complexos podem ser apresentados em sala de aula, enquanto outros tópicos podem ser acessados online. A oferta de aulas combinadas traz flexibilidade para os professores em relação à forma como eles podem apresentar o material e para os alunos em relação ao ritmo e à variedade das abordagens de aprendizagem que experimentam.


E como o ensino híbrido integra vários métodos de instrução, maior são as chances dos alunos envolvidos terem um resultado de aprendizagem eficaz.


Por outro lado, os professores ficam livres para se comunicar individualmente com os estudantes ou em pequenos grupos de alunos, integrando tecnologia no ensino em sala de aula e monitoramento de todo o progresso. Além disso, podem trabalhar com dados gerados por programas educacionais de tecnologia que indicam o grau de aprendizagem de cada estudante e, desta forma, podem encontrar e preencher as lacunas de forma mais fácil e eficaz. Para a instituição, também existe um bom custo-efetividade quando da ocasião de cursos e treinamentos do corpo docente e funcionários, eliminando custos com viagem, por exemplo.


Enfim, o processo de construção de um espaço para o ensino híbrido exige participação dos docentes e compromisso da instituição. A pandemia, em grande medida, nos arrastou para uma nova realidade e o momento para as mudanças não poderia ser mais propício.


Leia mais:


O ensino híbrido veio para ficar


O retorno do ensino universitário será híbrido


Maioria dos estudantes opta pelo sistema de ensino híbrido quando do retorno de aulas presenciais


Gostou deste texto? Faça parte de nossa lista de e-mail para receber regularmente materiais como este.


Fazendo seu cadastro você também pode receber notícias sobre nossos cursos, que oferecem informações atualizadas e metodologias adaptadas aos participantes.


Temos cursos regulares já consagrados e também modelamos cursos in company sobre temas gerais ou específicos relacionados ao Direito da Educação Superior. Conheça nossas opções e participe de nossos eventos.

50 visualizações